PROSPERAR NA CADEIA

Categories: Estudos e Ministrações

Gênesis 39:22, 23
Quando se pensa em PROSPERIDADE o que vem logo à cabeça é o ambiente, os objetos, os recursos.
Pensamos: “Não pode faltar nada, tem que abundar em tudo!”
Medimos o nosso grau de ENRIQUECIMENTO, comparado ao quanto GANHAMOS, não ao quanto CRESCEMOS.
A Igreja em Atos nos indica algo interessante:
A igreja, na verdade, tinha paz por toda a Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo, crescia em número. (Atos 9:31)
PAZ = PROSPERIDADE (RESULTADO DESEJADO)
SINAIS DA PROSPERIDADE = edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo
RECOMPENSA ESPIRITUAL = crescia em número
A PROSPERIDADE acontece quando você VÊ ACONTECER aquilo que você quer que ACONTEÇA.
Tudo o que a Igreja queria naquele tempo era PAZ. Não precisavam de dinheiro, isso era secundário, por isso o tinham em abundância.
Os SINAIS contidos naquele versículo são as placas que indicam o caminho por onde eles passaram afim de chegar na PAZ:
1. edificando-se;
2. caminhando no temor do Senhor;
3. conforto do Espírito Santo
Então, Qual o real sentido da palavra PROSPERIDADE?
O carcereiro entregou às mãos de José todos os presos que estavam no cárcere; e ele fazia tudo o que se fazia ali.  O carcereiro não tinha cuidado de coisa alguma que estava na mão de José, porque Jeová era com ele, e tudo o que ele fazia Jeová tornava próspero. (Gênesis 39:22, 23)
José é o objeto de nosso estudo nesta ministração.
Considerando o contexto em que se situava José, podemos dizer com certeza: “Não tinha como ele Prosperar alí”.
a) Tudo estava contrário; b) Perseguido; c) Sem dinheiro; d) Ninguém por ele
Como pode a bíblia dizer então que José prosperou em tudo, se ele estava preso?
Observe, no CÁRCERE a última coisa que alguém pode pensar é na RIQUEZA.
Quando nos faltam recursos todas as outras coisas nos vêm à mente. Quando temos dinheiro, só pensamos em dinheiro. Rico só pensa em enriquecer. Pobre só pensa em como adaptar, como fazer de outra forma, algo que o dinheiro, que ele não tem, pagaria.
Sem dúvidas o lugar que nos coloca com a cabeça no lugar é o cárcere.
As noites escuras neste lugar faz qualquer bandido, ou mocinho, parar e pensar um pouco.
José, preso, começou a direcionar todo o seu pensamento àquilo que ele poderia fazer de bom. O QUE VOCÊ PODE FAZER DE BOM?
Algumas coisas aconteceram a JOSÉ que determinaram seu novo rumo – tudo o que ele fazia Jeová tornava próspero
  1. O carcereiro entregou às mãos de José todos os presos que estavam no cárcere;
Todos os CATIVOS serão entregues aos nossos cuidados.
Essa é a hora de crescer. Não há momento mais propício.
Sabemos que o diabo é quem prende as almas que não se entregaram à Cristo ainda, mas a promessa pra sua vida é que o PRÓPRIO CARCEREIRO vai entregar os presos em nossas mãos; e nós vamos cuidar deles.
Prepare-se para esse novo tempo!
  1. e ele fazia tudo o que se fazia ali;
José assumiu um papel tão importante sobre aquela prisão que tudo agora passou a ser administrad por ele.
Tudo o que acontecer na Terra, no bairro onde você tem uma célula ou por onde você passar deve ser comunicado a você.
Amós 3:7* Certamente, o SENHOR Deus não fará coisa alguma, sem primeiro revelar o seu segredo aos seus servos, os profetas.
Você é profeta! Sobre esta casa há uma unção profética tremenda, por isso Deus se compromete a nos anunciar todas as coisas antes.
Nós somos governo, tudo passará por nós antes!
  1. O carcereiro não tinha cuidado de coisa alguma que estava na mão de José, (porque Jeová era com ele).
Deus é conosco!
Isto é incrível porque José assumiu o governo total do cárcere e, portanto, o carcereiro (diabo) não tinha mais autoridade alguma sobre o que estava sob os olhos daquele.
Desde que você assumiu o papel de herdeiro e recebeu o poder de ser filho de Deus o diabo não pode fazer nada com aquilo que você resolve dominar.
Domine!
José poderia não ter aceitado: “Coitado de mim… preso aqui, não tenho ânimo pra nada”
Não foi assim que fez José. Mesmo preso, entendeu que seria governador sempre.
Para dominadores como José (você e eu), só resta governar!
Mandou Faraó chamar a José, e fizeram-lhe sair apressadamente da masmorra. Ele se barbeou, mudou a roupa e foi apresentar-se a Faraó. (Gênesis 41:14)
Faraó mandou chamar a José. Faró é o sinal daquilo que estava governando no “mundo”.
Prepare-se para se apresentar ao governo deste mundo, você precisa dominar.
A barba, para os Egípcios, era sinal de tristeza. Para os descendentes de Israel nunca teve significado ter ou não. A Bíblia somente afirma, em Levíticos, que não poderiam cortar os cantos, ou seja, ter cavanhaque, para que não se parecessem com os sacerdotes Pagãos, muito menos cortar o cabelo dos lados (Moicano), pelo mesmo motivo.
José usava barba e barbeou-se. Este ato significou para Faraó que ele estava feliz com o Governo que Deus havia dado a Ele.
Mesmo escravo se apresentou como senhor.
José também usava roupas de escravo e elas foram trocadas.
Deus vai mudar tudo em sua vida agora. Chegou o tempo!
Este tempo é de agir no Espírito.
1. edificando-se;
2. caminhando no temor do Senhor;
3. conforto do Espírito Santo
D-us abençoe! Bem vindo ao novo tempo!
Guilherme Tavares, pr. EklésiaMi
Author: eklesia

Deixe uma resposta