O Princípio de Autoridade

Categories: Estudos para Células

Rm.13.1,2

Introdução:

A maneira pela qual Deus exerce o seu governo, é definido através  do princípio de autoridade.A cadeia de autoridade com extensão de comando foi estabelecida por Deus com o objetivo de organizar, proteger e viabilizar uma administração efetiva. É bom que todos saibam desse princípio, pois ele poupa as pessoas de muito sofrimento e castigo que na verdade podem ser evitados.

Apesar do princípio e da posição serem sagrados, a pessoa pode ser iníqua.

“A PESSOA ERRADA NA POSIÇÃO CERTA É UMA DAS ESTRATÉGIAS PREDILETAS DE SATANÁS.”

Esse é um ponto que merece nossa intercessão principalmente a nível de governo da igreja. (Os. 8.4)

Comentário:

  • O princípio de autoridade é um legado de Deus

Já nascemos com uma liderança sobre nós que são os nossos pais. Quando Deus criou a segunda pessoa do mundo, o princípio da autoridade já entrou em vigor para os relacionamentos humanos. Eva seria uma adjuntora idônea, sob a liderança espiritual de Adão.

Ex. 32.10 – o próprio Deus respeita e se sujeita a autoridade delegada a Moisés quando pede permissão para matar o povo.

  • O princípio da autoridade estabelece a ordem de Deus

O princípio da autoridade é o mais importante agente para manter  pessoas, valores e coisas em ordem. Não existe crescimento sadio sem organização e não existe organização sem autoridade.

Uma boa liderança produz ordem e desenvolvimento. Antes de estabelecer alguém em autoridade, essa pessoa precisa ser treinada, testada e aprovada.

Sem uma cadeia de autoridade seríamos uma multidão de pessoas vivendo desordenadamente. Isso é Anarquia, isso é autodestruição.

O caos culmina quando pessoas se rebelam contra o princípio da autoridade.

Não podemos confundir princípio de autoridade com estilo de liderança de uma pessoa.

Há uma grande diferença entre você não simpatizar com o líder e você se rebelar contra o princípio de autoridade. O estilo de liderança é da pessoa, o princípio de autoridade é divino. Se não soubermos estabelecer esta fina linha entre a pessoa de autoridade e o princípio da autoridade, podemos facilmente trocar e trazer maldição para nós mesmos.

Muitas pessoas estão desencaixadas e perdidas porque em virtude de decepções com “autoridades” se rebelam contra o princípio de autoridade. Acham-se feridas resistindo e combatendo contra Deus. E dizem: não me submeto mais a homem, senão apenas a Deus!

Essas pessoas precisam ser quebrantadas pelo Princípio da Autoridade.

A história do Filho Pródigo ensina que pessoas são aprisionadas num lugar de sequidão e necessidades, e até morrem prematuramente por desrespeitarem o princípio da autoridade.

  • Autoridade é inseparável da responsabilidade

Por mais que uma posição concede poder, a autoridade legítima vem do caráter..Hoje vemos muitas pessoas obcecadas pelo poder.Mas se fôssemos um pouco mais sábios, não buscaríamos primeiramente o poder, mas caráter.Poder sem caráter é simplesmente uma armadilha espiritual..Jesus ensinou que ao que é muito dado, muito será cobrado.

Existem dois níveis de responsabilidade mediante pessoas que ocupam uma posição de autoridade sobre nós. A primeira responsabilidade é honrar e a segunda, é obedecer.(Ef.6.2,3) Só não se deve obedecer nenhuma ordem humana que afronte algum preceito moral divino.(At.5.27-29)

POSIÇÃO = CARÁTER + DOM + CHAMADO + TEMPO

Se existe algo que pode destruir a vida de alguém é uma posição inadequada de autoridade..Ex.: Saul com posição diante do gigante e Davi nada sendo diante do mesmo gigante.

A unção te conduz à posição, mas nem sempre a posição te conduz à unção.

NÃO PODEMOS SEPARAR A UNÇÃO DA MISSÃO NEM O DOM DA RESPONSABILIDADE ESPIRITUAL.

(sl. 90.17)

Precisamos de respaldo divino.

POSIÇÃO SEM CARÁTER = IRRESPONSABIIDADE

POSIÇÃO SEM DOM = INEFICIÊNCIA

POSIÇÃO SEM CHAMADO = VIOLÊNCIA

POSIÇÃO SEM O TEMPO DE DEUS = IMATURIDADE E SOBERBA

Author: eklesia

Deixe uma resposta